Os notáveis de 2020

Os filmes com chances de prêmio e que já podem ser assistidos via streaming.

Por Ieda Marcondes em 19/12/2020

Chegamos ao final de 2020, as listas de melhores do ano já pipocam pela imprensa especializada, mas boa parte dos títulos ainda não está disponível via streaming no Brasil (muitos dos meus favoritos não estão na Netflix ou na Amazon Prime Video). Aqui, tentei reunir os filmes com chances de concorrer a algum prêmio em 2021 e que já podem ser assistidos.

Netflix

A Voz Suprema do Blues

O último filme de Chadwick Boseman mostra como a música negra foi apropriada nos Estados Unidos – um tema importante para um filme fraco, que só vale mesmo pela atuação inspirada de Boseman e de Viola Davis. É bastante provável que Boseman vença o Oscar postumamente.

Mank

Apesar dos pesares, “Mank" aparece em muitas listas de melhores do ano, inclusive na do ex-presidente americano Barack Obama. Para o Oscar, ele é perfeito. Tanto David Fincher como Gary Oldman são figuras de prestígio e Hollywood adora filmes sobre Hollywood. Você pode ler a minha resenha do filme aqui.

Estou Pensando em Acabar com Tudo

É um filme difícil de assistir, mas muitos elogiaram a atuação de Jessie Buckley. Deve, no mínimo, ser indicado ao Oscar de melhor roteiro – Charlie Kaufman já foi indicado três vezes e venceu com “O Brilho Eterno”. Minha resenha de "Estou Pensando em Acabar com Tudo" foi publicada aqui.

Destacamento Blood

O filme de Spike Lee sobre a participação negra na guerra do Vietnã pode premiar Delroy Lindo e Chadwick Boseman. No caso de Lindo, é mais do que merecido. Mais sobre “Destacamento Blood” aqui.

Os 7 de Chicago

Com roteiro de Aaron Sorkin e um elenco repleto de estrelas, “Os 7 de Chicago” é um drama baseado em fatos reais que deve atrair a atenção do Oscar. Pessoalmente, achei o filme chato e o final risível – mas Yahya Abdul-Mateen II e Sacha Baron Cohen são destaques positivos.

Era Uma Vez Um Sonho

Execrado pela crítica, “Era Uma Vez Um Sonho” é o típico “Oscar bait” ou "isca de Oscar”, um melodrama barato com atores de renome (Glenn Close e Amy Adams) interpretando caipiras miseráveis em perucas horrendas. Muitos chamaram de “o 'Green Book' de 2020” – e sabemos o que aconteceu com "Green Book" no Oscar.

The 40-Year-Old Version

Destaque em vários festivais e muito elogiado pela crítica, “The 40-Year-Old Version” é uma comédia escrita, produzida e dirigida por Radha Blank sobre uma dramaturga fracassada que decide se tornar rapper aos 40 anos de idade.

As Mortes de Dick Johnson

Um documentário delicioso sobre uma cineasta que tenta aceitar a ideia da morte do próprio pai enquanto ela ainda está vivo. “As Mortes de Dick Johnson” toca, é claro, nos temas da morte e do Alzheimer, mas de forma muito leve, divertida e poética.

Atleta A

Documentário sobre os abusos sexuais cometidos por Larry Nassar, médico que cuidava das ginastas olímpicas dos Estados Unidos. Um documentário pesado, mas necessário e muito bem elaborado.

Crip Camp: Revolução pela Inclusão

Destaque no Festival de Sundance, “Crip Camp” trata de um acampamento de verão para adolescentes com deficiências e acompanha várias figuras que se tornariam pioneiros na luta pelos direitos dos deficientes.

Amazon Prime Video

Fita de Cinema Seguinte de Borat

É improvável, mas Maria Bakalova pode ser indicada ao Oscar pelo papel da filha de Borat. Ela acabou de vencer o prêmio de melhor atriz coadjuvante dos críticos de Nova York. Você pode ler a minha resenha da comédia aqui.

A Vastidão da Noite

Queridinho em festivais e listas diversas, a ficção científica de baixo orçamento pode surpreender. A minha resenha de “A Vastidão da Noite” está aqui.

Sound of Metal

“Sound of Metal” retrata um baterista metaleiro que começa a perder a audição e precisa escolher entre se adaptar à nova realidade ou juntar dinheiro para colocar implantes auditivos. O ator Riz Ahmed carrega o drama nas costas, mas Paul Raci também vem chamando a atenção da crítica.

Time

“Time" é um documentário filmado ao longo de duas décadas que combina vídeos caseiros de uma família negra para contar a história da luta judicial de uma mulher pela liberdade do marido, condenado a 60 anos de prisão por um assalto a mão armada.

RSS Newsletter Podcast Apoia.se Padrim PicPay
Leia também: