Capitã Marvel na média A primeira heroína da Marvel garante boas risadas, boa música e só.
O desleixo de Vidro “Vidro” traz um Bruce Willis sonolento, dirigido por um Shyamalan cansado, em uma estupidez de 129 minutos.