MUBI: Plano-Sequência dos Mortos

Comédia metalinguística de terror retrata a paixão pelo cinema.

Por Ieda Marcondes em 29/05/2020

O MUBI é um serviço de streaming de filmes clássicos e alternativos que vinha adotando uma estratégia diferente das gigantes Netflix e Amazon Prime: um conteúdo circular, diferente a cada mês. Há pouco mais de uma semana, no entanto, o MUBI anunciou a expansão do seu serviço, com o acesso liberado ao acervo de títulos já exibidos na plataforma. Disponível, por enquanto, apenas na versão desktop, os assinantes podem dar uma olhadinha em mubi.com/library

Ainda não tem conta no MUBI? Você pode aproveitar 30 dias grátis por aqui.

Um dos destaques do acervo é a comédia “Plano-Sequência dos Mortos”, produção de baixíssimo orçamento que se tornou um sucesso absoluto no Japão e nos festivais por onde passou. Dirigido por Shin'ichirô Ueda, o filme começa com um plano-sequência de 37 minutos, mas a proeza técnica é apenas um chamariz. “Plano-Sequência dos Mortos” é um filme dentro de um filme dentro de um filme. Tudo para tratar da paixão pelo cinema.

Toda a primeira parte é um curta mais ou menos desastrado sobre uma equipe de filmagem perseguida por zumbis de verdade. O resto do filme mostra como o curta foi produzido e por que, em certos momentos, ele parece tão estranho. O resultado é hilário, muito semelhante à comédia “Impróprio para Menores” (1992), de Peter Bogdanovich, mas mais voltado aos sacrifícios das pequenas produções de cinema, que dependem do improviso e da boa vontade para fazer acontecer.

No meio disso tudo, há um pai, uma mãe e uma filha que encontram os seus verdadeiros papéis, na frente e atrás das câmeras.

*

Além do Padrim e do Apoia.se, agora você também pode contribuir mensalmente ao site através deste link no PicPay. Basta escolher o seu plano. R$5 não pesa no seu bolso e já ajuda bastante! Para doações unitárias, que não se repitam a cada mês, utilize este link.

RSS Newsletter Apoia.se Padrim PicPay
Leia também: